New Document
  + ACESSIBILIDADES
O acesso à Freguesia de Murtede pode ser feito através de alguns dos principais eixos rodoviários que servem o país, mas também por algumas estradas secundárias e rurais.
De entre as vias mais importantes, destacam-se a A1 e a EN234. A A1 é a principal autoestrada do país (ligação essencial de Lisboa ao Porto) e atravessa a Freguesia no eixo
Norte-Sul, servindo a região através do nó de Cantanhede / Mealhada. Em Enxofães situa-se uma das estações de serviço que servem este itinerário. A EN234, também conhecida por estrada velha de Viseu, liga Mira a Mangualde e atravessa a
freguesia e a própria localidade de Murtede no eixo Este-Oeste, permitindo a rápida ligação às duas sedes de Concelho mais próximas, Cantanhede e Mealhada. Há outras vias que não atravessando diretamente a Freguesia, pela sua proximidade e importância, podem também servi-la: é o caso do IP3, da A14 e da A17.
As estradas municipais que fazem as ligações intra-freguesia, bem como as que permitem chegar às localidades vizinhas, sofreram uma grande melhoria ao longo dos últimos anos, constituindo um conjunto de excelentes vias que permitem rápidos e seguros trajetos.
Ao centro da Freguesia chega uma carreira diária de transportes públicos que faz a ligação com as localidades vizinhas, nomeadamente com a sede do Município e com a vizinha cidade da Mealhada.
Em termos ferroviários, a freguesia era até há pouco atravessada pelo Ramal da Figueira da Foz, que fazia a ligação entre esta localidade do litoral e a Pampilhosa. Este ramal, fazia inicialmente parte da Linha da Beira Alta e percorre os vinhedos e
pinhais da Freguesia, servindo-a através da estação de Murtede (localizada na localidade do Carvalho) e do apeadeiro de Enxofães. A circulação no ramal foi interrompida por tempo indeterminado em 5 de Janeiro de 2009, para requalificação da linha, já que as condições de circulação eram tão más que uma viagem pelo ramal demorava nessa altura o dobro do tempo que demorou a viagem inaugural em 1881! Infelizmente, tudo leva a crer que a suspensão que era para ser temporária, acabará por se tornar definitiva.





pedro alexandre amaro jesus
É com todo\r\no respeito que aqui vos exponho a minha critica referente  á \r\nSinalização e intervenções, Murtede  em especial na Rua da Portela,  junto ao campo de futebol , onde  foi implementado um espelho , que a meu ver,\r\nveio reforçar sim a segurança dos condutores que ao fim de terem  uma “estrada nova” passão  a uma velocidade excessiva por esta mesma\r\nrua. \r\n\r\nConsiderando\r\no risco condutor/moradores , a meu ver, seria preferível uma lomba, visto que a\r\nestrada é aliciante para quem gosta de “meter o pé no acelerador” e se esquece\r\nque existem pessoas das quais crianças, que residem nesse mesmo lugar. Com os\r\nmelhores cumprimentos Pedro Jesus.


Maria Celeste Fernandes Cordeiro Silva
Tudo o que me remete para a minha naturalidade é sempre acolhido com grande entusiasmo pelo que fico contente por existir este espaço.\r\nQuero notar que a emigração não aparece evidenciada e penso que teve um grande impacto na economia local.\r\noutros dos aspetos que penso deve ser reforçado é a propria natureza.\r\npor fim a linha, já extinta, de comboio que penso ter sido também ao longo das décadas um importante meio de deslocação quer em direção a Coimbra - capital de distrito quer em direção á Figueira da Foz.\r\n \r\nJá me estava a esquecer....sempre que queriam gozar comigo quando era mais jovem referiam o fato de ser da "terra da ciência", os colegas de Sepins é que tinham muito essa mania. Questiono-me se essa ideia não é mais antiga do que o que pode transparecer (achava que estava relacionado com o inicio do séc. XX e a frequência da universidade por vários habitantes da freguesia) mas se nos remetermos para os dados históricos (já fomos dependentes de Sepins) talvez esta picardia seja mais antiga.\r\n \r\nSinto muitas saudades da minha terra! Um abraço a todos



 
O seu nome :   
Do amigo :   
O seu email :   
Do amigo :   
 
Email:
 
47888 visitas até o momento.